Ameixâmbar

IG Açores I 2018

Produzido a partir de uvas indígenas cultivadas em duas áreas diferentes, cada uma com a sua “singularidade” especial, as cinzas vulcânicas dos Capelinhos e o manto basáltico da Criação Velha.

Place

País

Portugal

Origem

Ilha do Faial
e Ilha do Pico

Clima

Atlântico

Terreno e colheita

Terreno e colheita

Solo

Cinzas Vulcânicas
e fluxos de lava

Tipo

Branco

Variedades de uva

60% Arinto dos Açores
30% Verdelho
10% Terrantez do Pico

Classificação

Indicações Geográficas

Período de Colheita

Entre Agosto
e Setembro

Produção

Produção

Produção

3.200 Garrafas

Garrafa

750 ML

Embalagem

Caixas de cartão com 6 garrafas de 750 ML

Análise do Vinho

Análise do Vinho

Teor alcoólico

13% vol.

Acidez total

6.4 g/l

p h

3,3

Açúcar residual

1,6 g/l

Ingredientes

Contém sulfitos

28,00

Esgotado

Vinificação

Fermentação espontânea nas suas borras em tanques de cimento refrigerado, seguida de envelhecimento durante 6 meses num túnel de madeira de carvalho francês sem torrar.

Nota de degustação

Fresco, salgado, com um aroma muito mineral, cítrico com notas ligeiramente tostadas e notas finas de pó. Na boca é doce, gordo, de textura média, salino, apresentando um aroma característico de variedades de uva, citrinos e toranja, e termina com um tanino fino e agradável.

Sugestão de serviço

Armazenar a 10ºC para beber a 12ºC

Opiniões

  1. david.adegadovulcao@gmail.com

    test comment

 

Vinhos 
relacionados